Permaneço entre aquilo que me excita e aquilo que me da prazer... Desconheço o que me completa

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

A CARTA DE FIM DE ANO

BOM! 
Nem saberia bem o que dizer.
O ano findou! 
Eu tenho certeza que fiz o que pude
Mas como sempre ainda restaram
alguns sonhos não realizados e projetos inacabados.
Nem saberia o que pedir de presente
Para esse proximo ano que está prestes a adentrar.

O certo é que quero dormir, relaxar
Quero silêncio, paz e sonhar!
Quero uma noite pontilhada de estrelas
E os olhos da alma bem atentos para perceber
O teu divino mistério.
Desejo também, pelo menos
Uma anjo a  continuar a me inspirar!

Conheço minhas limitações
E sei que não poderia dar atenção
A tantos que encontro em meu peregrinar.
Ah... Por favor.
Vê do que cada um dos meus está precisando.
Agradeço pelo sol que já colocou brilho em nossos olhos,
Mas, talvez...
Haja ainda um cantinho escuro sofrido para ser visitado.

Por favor, dá a meus amigos a alegria de uma visitinha especial,
na hora adequada, em lugar escolhido, do jeito que for melhor:
uma inspiração nova,
uma idéia luminosa,
um carinho de parente ou amigo,
uma resposta a uma prece...
afinal, formamos uma ciranda matinal
e nos reunimos em teu nome,
acreditando que somos todos filhos
muito amados de um mesmo Deus e Pai,
e nos reunimos em seu nome!
Desde já agradeço!

IMAGINAÇÃO




 
Imaginando esses tempos festivos
Quase não sobra tempo para a poesia...
É eu estou falando da poesia escrita é lógico.
Porque todo o romantismo e a sedução, sempre nos acompanha em qualquer seja à ocasião que for...
Então ainda bem que me sobrou tempo para versar sobre minha imaginação na noite de natal...
 É noite de Natal,
Mais especificamente dezembro de 2010.
A casa cheia de amigos e parentes,
Por conta dessa data todo mundo quer comemorar arrumar um oportunidade para se reunir ou se desculpar
Acho bacana muito bacana esse clima!
O fato é que eu pensando nela na pessoa 
que rouba meus sentidos e me faz perder o rumo
com pensamento insinuante e provocantes,
Esperando uma festa acabar 
para poder outra começar !!!
O quem sabe poder ligar pra ela
e derrepente ela topar e juntos
fugirmos para algum lugar...
Sei lá...
Poeta é poeta né?
Os desejos e loucuras caminham lado a lado
e não existe limites
 além da escrita e a mente
Mas...
Imagino nós dois, 
Com corpos colados, 
Com beijos molhados
Com toques e carícias ousadas  
Com peles suadas, buscando com êxtase, 
um ao outro excitar!!!
 
Imagino as delícias, 
Sussurrando malícias, 
Nossos poros exalando,
Um perfume de prazer,
Com furor nos entregando 
ao tesão inundando, 
numa cumplicidade 
que só nos permite intensamente
nos devorar

Nos deixando qual loucos,
quando o seu corpo explorar, 
se retém em minhas mãos,
e depois mais ousado, 
penetro abusado,
 em sua gruta molhadinha, 
num completo explorar
 
Imagino as maneiras,
sem preconceitos ou limites, 
posições variadas,
com prazer e sensações, 
num extremo gozar!!!
 
Imagino os gemidos, 
sussuros enlouquecidos, 
o tesão aumentando,
com o orgasmo se aproximando, 
contrações mais freqüentes,
e não mais suportando, 
enfim, gozando, 
num prazer infinito!!!!
 
Imagino o êxtase, 
dessa gostosa loucura,
onde já refeitos, 
novamente dispostos, 
reascendemos os desejos, 
entre braços e pernas, 
a excitação nos invade, 
fascina e seduz, 
para não ter mais fim!!!
 
Fechei meus olhos e desejei,
que essa noite de Natal 
Fosse a mais excitante,
sensual e extasiante!!!!
Espero que com a força
de meus pensamentos
Eu tenha conseguido levar
até ela pelo menos uma leve brisa

Foram alguns minutos que eu estava na sacada
ali degustando uma taça de vinho
Olhando as estrelas em devaneio
E com meus olhos fechados 
parecia que ela estava alí
Junto a mim...
Os minutos pareciam  horas e horas
Mas...
 
Chega a hora finalmente
que convidados se despedem
Alguém bate em meu ombro
Retorno ao meu mundo sem ela
Mas foi Boa a lembrança
E a imaginação
o que durante a festa te imaginei!!! 
 

Desejo a todos os amigos(as)
 seguidores desse Amor Bandidu
um  Ano Novo cheio de saúde, romantismo,
carinho, sensualidade e muita Emoção!!!
 Porque esse é o combustível 
que nos impulsiona a viver mais e mais....
Intensamente
Beijos no coração de todos voces
E até o ano que vem

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Fim de ANO


Boas festas... 
Espero voltar antes do fim de ano...
mas tá Fod.@#$$%


AMOR BANDIDU

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

MAGIA E AMOR


 
Que o nosso amanhecer seja o mais encantado
de todos aqueles que possam existir...
Que a magia das fadas faça os nossos dias serem estrelados como todas as noites são!
Com as mais lindas noites de luar...
Que os nossos problemas e as nossas dificuldades sejam tão pequenos
como as menores gotas de água
 do oceano...
Que os nosso caminhos e as nossas trilhas,
que nos levarão juntos para a frente,
sejam tão claras e puras
como as águas do mais precioso dos rios,
onde nús, tomamos banho...
Que as nossas tristezas e angústias
 sejam como a fenix,
uma ave que só existe na fantasia
 e em nossa imaginação.
Que os nossos desejos e as nossas fantasias
tenham sempre docilidade e suavidade
sem que deixem de ter a força
e a selvagem paixão que move o nosso amor...
Que eles saibam ser a jóia das jóias,
 hoje, amanhã e sempre...
Que o gosto e o cheiro de nossos corpos
 seja como o mais saboroso mel
e o mais natural dos perfumes...
Que as nossas almas e os nossos corações
se encontrem para nunca mais
 se desencontrarem um do outro...
Sim, amada, amor que é amor permanece
e vive dentro de nós
 além, muito além, da própria eternidade...

domingo, 12 de dezembro de 2010

Vontades...



Sinto tua vontade sim...
Desejos loucos, roucos
da ardência da minha pele
em teus sentidos,
no entrelace dos nossos corpos.
 
Vontade insana do querer
em ti ficar escondida,
entre bocas... suores...
descobertas de coisas
que somente nós fazemos...
 
Vontade do sentir
o doce arrepio do prazer
estremecendo a cada toque,
quando nossas mãos voam
sobre os nossos corpos desnudos.
 
Sinto tua vontade sim...
quando juntos adormecemos
ao alvorecer do dia
que chega prematuramente,
embalando o nosso cansaço.
Sonhos de eternidade
do momento tão fulgaz
que é a nossa vontade...

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

PEGADAS


Olho meus caminhos e tem você,
nos olhos tenho areia de sono,
ou são das saudades d’outro dia,
quando olhei as pegadas de ontem.

Estou um tanto cansado pra sorrir,
talvez seja o sol que secou meus os lábios,
quem sabe é o seu beijo que não tenho,
preciso voltar a imaginar seu corpo,
Para que minha alegria seja plena.

Lutei contra dragões que inventei,
hoje corro da solidão quando você não está,
não imaginei saber de tanto carinho
o que vai e vem do peito,
vou contra, vou a favor de tê-la para sempre minha.
Rainha soberana dos meus melhores pensamentos

Descubra a saudade e vem depressa,
o mundo diz verdades muito depois
vem caminhar outros desejos comigo,
Pra você vou até onde o vento para,
Só pra sentir sua brisa em meu rosto

DESFOLHAR

Nas inspirações iluminadas dessa paixão crescente,
Nas ondulações, retas e curvas de teu corpo
A completar minha total entrega,
Ao teu beijo, minha boca entreaberta e úmida,
Vem desfolhar a tua lingua em sabores suaves,
Dentro de minhas palavras sempre surje novas formas
Ainda não provado,

Misturados ao mel e ao desejo meu, tocar o céu de tua boca,
Explorar tua imensidão atentemente,
Sem pressa, sem aflição, com rentidão,
Detalhar e desfolhar cada recanto de tua pele macia,

E como paraíso me deleitar em teu sexo,
Ser a presa e a lança que te alçanca e te enlouquece,
No inferno de nós dois me fazer brasa para teu fogo arder,
Ser brisa e fazer tremer de emoção alcançando teu frenesi,

Curar tuas feridas por ventura ainda abertas,
Te render aos desejos de nossa paixão sôfrega e inquietante,
Sermos enfim, sublimes e carnais,
Feiticeiros em noite de lua cheia, deuses dessa história,heróis dessa hora,

Vasculhar tua intimidade sem pruridos e sem receios,
E nesse jardim de olhares, toques, e prazeres desmeditos,
O gozo e a volúpía nos espreitam e nos conduzem,
Vem! Faz de mim tua loucura,o teu édem, o teu delírio,

Vem! Vem! E por dentre os cantos de nossos contornos,
Te convido a me desfolhar e explodir em orgasmos enebriantes,
Aonde nos nossos sentidos se fazem presentes,
Amantes viveremos os sonhos enebiantes,

Vício de você, embriagas minha mente,
Rasga meu coração,
Vem! Ferve meus sentidos,venha desfolhar cada mistério e desejo meu,
Vem sentir prazer no meu corpo inteiro,

Na felicidade de teu prazer vou Sussurrar teu nome,
No jogo alucinante do desfrute dessa paixão,
És a viagem que quero fazer,
Eu ...desejo ser o vulcão explodindo o teu prazer,

Eu te proponho sermos delerirantes 
no dominio desse irradiante momento,
Suados e abraçados sem tempo nem espaço,
Venha sem limites, sem regras,
venha desflolhar de vez meus encantos, meus recantos,
No sussurro do vem e do me faça voar,

Prometo sermos fênix em cada momento,
Prometo sermos águias,
Te darei meu fruto e todo o meu sabor,
No meu cálice você irá sorver todo o néctar que puder conter,

Sei que você quer sempre mais....
Tudo...Tudo e mais e mais...
E sempre mais a me prender cativa do teu, do nosso querer,
Para nós esse tudo terá que acontecer,

E nessa viagem sem volta e sem destino,
Quando finalmente o êxtase se fizer na luz da cama,
Sei que nos encaixaremos suavemente no tocar e deslizar de nossas mãos,
Poder e luxúria aqui já estão, no fundo dos nossos olhares sofrêgos,
Balançamos ao vento como folhas nesse vai e vem,a nos esperar,

Fico a imaginar...
Fico a me deleitar...
Em minha cama escrevendo e me tocando, 
suavemente roçando, "sem vergonha?" 
-Não gostoso.... a ti imaginar ,molhado pelo prazer...
Você em mim...
Fixada, tatuada em meus pensamentos

Em meio a teus pelos eriçados e no calor de tua pele,
Despimos nossas vestes, brilhando nossa nudez, nossos cálices,
Mergulhamos no universo da beleza desse momento,
Esquecemos dia e noite, apenas nos devorando, saboreando nosso encontro,

Em que você e eu somos nós,
Escutamos assim a melodia da felicidade a nos exaltar,
E na sintonia das cores do arco-iris dessa paixão,
Revelo-me em ti minha aurora de romantismo e carinho

Tu vens me enloquecer de tanto prazer,vens me desfolhar unicamente para ti,
Vens me enebriar em tuas mãos sorver,minhas raízes purificar,
Seu perfume, teu cheiro, teu calor sentir
Em teu sexo me perder, desfolhar a sede,
Em teu corpo me fazer homem poeta sedutor...

Penetras em minha alma com magia e volúpia,
Me tiras do eixo e me entregas aos prazeres mundanos,
Faz de mim tua cicatriz que te arranca gemidos,
Me transforma na tua loucura insana de tua eterna paixão mal resolvida.

Vem! Vem! Faz de meu sonho a tua realidade,
Vem! Te chamo, te escrevo, te quero, te venero,
Vem desfolhar e saciar minha sede, 
Desfolhar de vez toda inspiração...
sou tua seiva!

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

NOSSO ENCONTRO... NOSSO SONHO!!!

Hum...
Esperei tanto por esse dia!
Aconteceu. Te encontrei.
Não! Não! Não!!!
Pensando bem Você me encontrou!
Te vi ali em minha frente, surgindo.
Tensão total, absoluta loucura desejada.
Incrivel como os segundos parecem horas
Uma vida toda passa em nossa mente
Você parecia menina meio tensa.
Com medo, porém facinada.
Não me disse uma palavra.
Se aproximou,
Sorriu...
Entendi esse foi o sinal
sua boca na minha encostou.
Magia, alegria, euforia.
Tensão, agora tesão.
Nossas bocas unidas,
líguas, salivas, respiração.
Momentos depois já intimos
Bem nu íntimo
Fui me aproximando...
Desabotuei vagarosamente sua blusa,
deixando-a semi-aberta,
insinuando que seus seios ficassem a mostra.
Minhas mãos em sua costa,
acaríciando, massageando delicadamente.
Corpos trêmulos, sem ação,
-Afinal não é todos os dias que isso nos ocorre
né?
-Um encontro desse, sempre é majestoso
Sem falar que além de especial é inesquecivel...
(Continuando)
Alí timida... mas com aquele sorriso singelo
Aceitando-me, excitando-me.
Nus, totalmente nus! 
Minhas mãos insistentes,
passeava pelas suas retas,
curvas e montanhas.
Bicos eriçado,pele arrepiada,
poros orvalhados de sedução,
ar embriagado pela paixão.
Eu te supria com minhas
carícia,
malícias,
delícias.
Corpos ardentes,
em febre desejantes,
loucos amantes.
Olhe nos seus olhos...
E senti seu coração
Observei sua boca
E parecia querer descobrir
e provar cada pedacinho meu.
Seu bom bom?
Quem sabe sua
Sobremesa preferida?
Se fez vencida, atrevida,
o jogo virou. 
Me desarmou, 
Me fiz menino,
descobrindo
sensações alucinantes,
inesgotáveis, delirantes.
Quis te conhecer,
em ti me perder,
de tudo esquecer.
Viajei loucamente em você!
Não conseguia-mos mais segurar,
louco para te possuir,
pronto para concretizar.
Nesse momento,
já ouvia sinos tocando ao longe...
Eu e minha amada,
beijando, suando, amando.
E sinos tocando...
Em uma dança frenética, nos possuindo.
E sinos tocando...
Eu indo, você voltando.
O barulho dos sinos aumentando...
Quase não aguentando, delirando.
O barulho dos sinos aumentando...
Marcas de suas unhas, em minha costa deixando.
O barulho dos sinos aumentando, aumentando...
Você gemendo,sorrindo... Vem vindo!!!
E o barulho dos sinos aumentando, aumentando...
Eu te procurando, não te encontrando.
E o despertador, despertando, atormentando...
Meu corpo suado, desapontado, sem minha amada!!!
Puxa...
Como um relógio pode interronper meu ápse
Ainda mole molhado custando a acreditar que tudo
não passou de um sonho...
É um gostoso sonho

Pôr do SOL

PÔR DO SOL
 
No pôr do sol ausente,
sinto um calor atraente.
Transmutado na dança das estrelas!
Como o horizonte oculto aos olhos;
me ponho a esperar algo diferente:
o eu na gente,
sossegado nos braços de uma flor!...
 
Me sinto estranho,
qual banho de chuva:
nas curvas de seu contorno.
E em torno de nós,
abre um novo sol;
que se põe quando os lábios se tocam,
retocando os sorrisos:
unidos ao beijo;
complementando uma só cena:
ao ocaso num caso uno e duno:
numa ardente aura de amor!...


 

ME DÁ UM BEIJO

 
Hoje acordei com uma vontade enorme
e uma inspiração mais aflorada ainda
de vontade de um beijo seu...
Quando imagino sua boquinha...
Hummmmm....
E você me daria um beijo?
Será que ainda mereço?
Vai... Me dá um beijo?
Mas olha não quero um beijo qualquer.
Quero um beijo bem gostoso,
com teu gosto de mulher 
 
Quero um beijo que me excite.
Que me faça te desejar.
Mais e mais...
Quero um beijo que me agite.
Que me tire do chão
Que me mostre teu jeito de amar. 
 
Quero um beijo de emoção.
Que mexa dentro de mim
Assim como estou agora...
Que me faça perder a respiração.
Que me faça querer não ter fim. 
 
Quero um beijo com ardor.
Que me faça querer mais.
Quero um beijo de fazer amor.
Como só você me faz.
Como eu quero....
Como eu quero...
Vai me da um beijo seu ...? 

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

CARÍCIAS

Vem....Em minha boca encontra o néctar
que te leva a sentir o sabor alucinante
que penetra em suas entranhas...
um sabor de doce mistério...
Em minhas mãos, sinta a essência
do carinho que tua alma tanto buscava ,
meio aos teus cachos, sinto-me
diante  do cheiro de flores perfumadas ...

Em tua pele. encontro-me
com o sabor místico
que leva-me a sentir
senhor do mundo....
Nada mais importante lá fora
sem você e a todo instante
Escrevo.... quero mais!!!

Tu fazes de meus dias minutos ,
de meus anos fará dias curtos,
porque, adentro nestes teus olhos mágicos,
ora cor do céu, ora cor de turmalina;
olhos em formato de jóia mística
que me seduz fazendo-me
teu escravo e querendo você
a cada momento perto de mim,
apossando do meu ser
tornando-se minha alma gêmea...

Quero contigo sair como menino ,
adentrar aos jardins e tornar-me homem,
quero contigo mostrar aos oceanos
o quanto são efêmeros diante
do carinho que sinto por ti...
Quero você o calor que me protege
nas noites de inverno,
o frio que me leva a te buscar
a cada instante fazendo
cada qual único sempre.

Teu sabor dominante
agora faz parte de minha pele.
Senti cada milímetro
deste corpinho límpido
como copo de leite misterioso ,
como um jasmim  mágico,
como a dama da noite..
Vamos enfim semear
ao nosso redor este gosto
de quero mais e
entre nossas caricias
Vamos viver todos os nossos dias
 sempre como únicos!!!

Perpétua

É as coisas vem em nossa mente poética e não tem como não se lembrar...
A cada momento lembro, recordo
Quando apenas amigos eramos
E hoje olha só, como estamos envolvidos
Como os pensamento dominan nossos dias...
Sem contar os momentos vivenciados e tantos outros sonhados

É...  paro pra pensar vejo como foi o principio
Audaciosa foi o modo como me conquistou
Aprisionou-me dentro do seu peito
Deixando-me surpreso, sem jeito
Bandida? sequestradora?
Não posso culpar... fui permissivo
Entrei na conquista e deixei o destino conduzir

Permiti-me deixar roubar meu coração

E de mim fizeste seu prisioneiro
Involuntário foi essa obsessão
Seus pensamentos adentrou com sutileza
Transformando-os em reflexos da sua imagem
Para lembrar-me da sua beleza
Todos os dias...
Todas os por ou nascer do sol
A Solidão de mim foi afugentada

Descriminada foi também a dor do vazio
De mim agora restou essa paixão
A lembrança e as inspiraçoes de de seus carinhos

Sentimento puro, transparente
Que me consome a todo instante
Coisa de pele, astral, carnal
Destino... Desalinho, loucura, insanidade, delirio

O Fato é que mesmo ausente...
mesmo não parecendo...
Estou eu agora em suas mãos
Dependendo apenas de ti para ser feliz
Para me inspirar... para viver...
Viver de verdade...
Nõa ser apenas passageiro da vida
E você quer saber?
É isso que eu quero e sempre quiz...
Descobri...
Que a felicidade não é uma busca constante...
E sim os encontros inesqueciveis


UM SIMPLES ALGUÉM


Amo a vida e a simplicidade das coisas... Quando estiver pertinho de você
Quero falar bem baixinho no seu ouvido..
Para que me deixe....
Me deixe ser seu alguém que fale pouco,
mas com o meu silêncio possa dizer muito
Deixa-me ser seu alguém que não te faça promessas,
mas que com pequenos gestos demonstre o meu carinho
Não quero ser alguém que enxugue as suas lágrimas
mas, sim, alguém que não te faça chorar
Não quero ser alguém que te faça cobranças
mas alguém que te compreenda e lhe ajude a encontrar o melhor caminho
Não quero ser alguém que aponte os seus defeitos, até porque tenho os meus...
mas quero ser alguém que com muita a sensibilidade
Sencibilidade para enxergar as suas qualidades
Não quero ser alguém que faça criticas
mas alguém que te aceite do jeito que tú és
Não quero ser alguém vazio, superficial e
que viva de aparências.

Que faça promessas que não serão realizadas
Não quero ser alguém que viva somente de fantasias
Só quero ser alguém que te ame
Só quero ser alguém que goste
de viver a vida de forma simples
recheada com muito romantismo, sedução
Só quero ser alguém...

Que...
Assim como você

Tem o dom....
O dom de encantar...

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

POUCAS PALAVRAS

Algumas vezes eu me sinto assim..
Com um peso com a notória impressão de que:
Tem muito a ser dito, mas nada digo e deixo você ir,
As palavras estão presas e impregnadas em minha timidez
Em meu orgulho, minha indiferença
Um som que silencio é transformo em pensamento
Somente isso pensamento...

Anestesiada a ação, parece covardia
Assola minha consciência
E repito a mim mesmo, incansavelmente, insanamente
A dor extrapola a barreira do sentir
Como posso deixar que você vá?

Meu sonho de felicidade, meu porto

Minha segurança, minha certeza de carinhos
Sei que ao seu lado poderia estar o meu bem-estar
Pois assim somos, assim fomos, assim é...
Em meios aos encontros tenho certeza que:
Em outra vida já estivemos unidos...
Bém unidos..
Sempre juro que vou dizer...
Que não irei deixar você passar pela porta
É que eu te gosto tanto, só não sei explicar
Pelo pouco tempo, pelos poucos encontros
O calor é mais forte sobram pegadas e faltam palavras...
Mas quando não está me pego e me apego
Fico apenas em pensamento
Minha mente é uma tormenta

Os instantes passam
E agora maior meu desespero
Olho nos seus olhos,
mas eu perco a coragem e desvio o olhar
Ela simplesmente esperando por mim...
Por uma atitude minha
Empurra-me e segue,
Quanto mais distante maior a dor no meu peito
Fico apenas com seu perfume em minhas mãos
Teu rosto, teu corpo se torna miragem...
se perde em meios...

Como chegou a esse ponto?
me indago e não recordo
Como sou feliz ao teu lado
Murmuro baixinho...
E apenas digo:
- Fique aqui?

A tristesa em meus olhos te fazem perceber
E revela o que eu só digo em meus pensamentos
Revela meu mistério  e o meu bem querer
E finalmente eu digo:
Não vá ...
Fique porque eu “Te Amo.”
É assim que eu deveria começar a lhe dizer
E cessaria todo o meu desespero só pra começar
Parece simples né?
Não Tão simples as vezes,
Mas as situaçoes nos engole 
E ficamos assim...!

sábado, 4 de dezembro de 2010

Quero uma Flor



Quero uma flor!
Que tenha uma sensibilidade aflorada...
Ainda que fosse uma errante,
me enxergasse por dentro e mais nada!
Quero uma flor!
Daquelas com olhos de muita alegria...
Que me deixe a impressão que, d'antes,
já fora minha um dia!
Com mãos que aquecem e sábias palavras...
Que possam me erguer de qualquer tombo!
E que me leve ao amor em sublime morada!
Quero uma flor!
Um anjo sem rosto e idade...
Uma mulher apenas!
Desprendida do ter,
de qualquer tola vaidade!
Que me ofereça o que tenha
e queira de mim na mesma medida!
E se fora perdida a carne,
sobra-lhe a alma de toda polida...
Que sorria comigo...
Renasça a cada encontro acontecido!
E, quando chorarmos, seremos unos,
teremos os ombros divididos...
Que eu a leve no colo...
Com o cuidado
De quem carrega uma pedra preciosa!
E enfeite seus cabelos,
com coloridas rosas...
Faça-a toda primavera,
com cheiros e cores!
A mais linda do meu jardim




Em seus olhos •


Menina dos meus sonhos
Você sempre Permanecerá n'ele
até eu não mais acordar
Olhe para mim agora
Estamos Distante, mas não impossivel
Fecha teus olhos e vem me encontrar
Quero sua luz... e te quero n'ela
Aprende comigo a viajar nos sonhos
Não me apague da luz do seu olhar

Quero mergulhar por um instante
N'esse instante que me fez mergulhar
E navegar eternamente,
Em seus olhos de profundo mar
Meu doce momento...
Meu caminhar!

Abraça-me novamente
Diga o que te faz meu leve toque
Me segura em teus braços minha menina
Traz pra mim seu carinho só por um instante
Beija-me, incêndio-carícias
Me provoque!

Mas se não for me-querer
Meu bem-querer;


tudo bem... não tem problemas
Desde que sempre apareça
E me deixe com seu doce momento,
Em minhas lembranças
Não se importe,
Sei que um dia como você
Eles irão com o vento
Somprando carinhos e esperança !

terça-feira, 30 de novembro de 2010

"TE CONVIDO A SER MINHA AMANTE, ACEITAS?..."


Adoro essa tua energia intensa,
Tua verdade nua, de porta escancarada pra mim,
Fico fascinado em saber que eu estou em teus sonhos,
Várias vezes, durante os dias, em noites de luar,
Deixa em ti eu descrever todo o lançe do libido...
Hummm!!! quero saber...
Diz pra mim... como sentes,
Ficas úmida ou molhas de verdade?

Notou como malicoso estou  nos meus ultimos posts!!!
E que adoro Maliciosamente escrever pra ti
Te provocar... aguçar o seu desejo mesmo um pouquinho longe de você...
Ao me entregares em prato feito,
Pare que me devore... No real ou nas palavras...
Minhas insinuaçoes te invade, te domina, te dispõe,
Agora que te cito em versos,
Me excito mais também, eu imagino...
Fascinação, luz solar de uma felina,
Com garras e unhas afiadas, com cara de menina,
Corpo de sereia, alma de estrela,
Tudo haver com o teu cenário, tua fita vermelha,

Vive a cena, faz o roteiro e eu fico aqui...
Te desejando um pouco mais que ontem,
Eu vou te arremessar,
Direto pro meu ponto de ebulição,
Retornarei a ti minhas chamas,
Minhas labaredas ferventes, minhas lavas incandescentes,
Aprendi ainda menino todos atalhos da escrita

Na tua cabeça, pinta meu eu,
É se acreditas na magia,
Vem então, deixa rolar,
vem gozar comigo o fluir do rio,
Queres tudo e mais um pouco,
Eu arrisco o risco, assumo o jogo contigo,
Adoro jogos, os novos então...
Fantasias apimentadas, mais elaboradas,
Deliciosamente maliciosas,
Contigo assim atrevido e insano...
Aqui estou...
Podes entrar no meu terreno inteiro,
Eu te permito, brincar
E jogar comigo... Com esse forasteiro nato,

Se quiser, danço a a musica que voce quiser
Ou  se esta com vergonha ou medo?...
Podes sentar e assistir de camarote,
Mas desejo que pra se sentir completa
É melhor... que venha... Podes vir,

vem...
Coloque o seu rosto sobre o meu ombro
vem...
Deixe que eu sussurre no seu ouvido
vem...
Porque minhas suaves mãos percorrem seu corpo
Buscando o seu ventre,
Deslizando...
Hora delicadamente,
Hora afoitamente,
Lhe deixo à maravilhar,
Sonhar, usurpar de nossa insanidade
Com o veneno-néctar de minha ponta rija,
teso e rustico,
Em teus braços, a me enroscar,
No abraço tu sentes o volume
É minha flor...Teu corpo é meu casulo,
Poetizar, é quase um ato e ação de te saciar,

Teu libido, vida em cores de arco-iris,
Teu deleite... em meus versos, linha a linha...
E a provocar teu clitóris,
Enquanto lê minhas letras, Poesias, contos...
Vais te colocando pronta, na cena, no cenario perfeito
Da imaginação... Pra ser perfeiro eu queria estar ai...
Nesse exato momento com meu membro rijo, teso,
Encoberto por uma sunga boxer na cor branca...
No contraste perfeito entre cor e pele, pele e cor
Ai... Como eu queria ver o teu olhar...
a se imaginar....

Tentação... te são estas coisas que aqui escrevo,
Minha poesias te bolinam, te amaciam, te acariciam,
Te quero no limite do limite,
O que será que fazes quando teu desejo...
Aumenta, cresce, molha, sua, linda langerri,
Diz pra mim, com todas as letras,quero tanto saber...
Sem economias, tim... tim  por tim...tim,
Pedacinho por pedacinho...

Vem, me conta, me escreva por e-mail,
Destrincha teu tesão, rasga o verbo,ruboriza a palavra,
Tesão, Pode por tudo no chão,
Vai tem coragem???
Com furor, sem condição, eu tô esperando,
Termine o espetáculo,
Que eu chego até você...
Mostro a Box, o falo, os bagos, até o talo,
Você pode me achar louco... ou até mesmo safadinho
Mas é que eu te sou platéia, te sou aquele, eu te cubro,
Eu te preencho sem medo e vou sem receio voar teu vôo,
Navegar teu oceano, nadar em pelo, nos teus pelos,
Sentindo-te deixar entrar nos meios, nos vãos,
De todos os meus orifícios sem juízo,
Tesão,

Conta todos os detalhes, toda a tua lascívia,
Curiosidade molhada-enxuta arreganhada,
Eu te ajudo,dou a deixa, continuas depois em e-mail,
Fecho os olhos e me vejo no teu banho,
Contigo eu brinco, acaricio todos os teus recantos,
Te encosto terna, depois te lanho, te ensabou,
Com carinho em teu corpo, cravo as unhas na tua bunda,
Entre o meio-inteiro, mais em cima, mais em baixo,
Não deixo nada por fazer pra te satisfazer,
De todos os lados e ângulos eu te cubro, quente...

Agora por e-mail, me colocas a delirar,
Descaradamente teus delírios mais intensos comigo,
Dissertas, devagar, sem pressa...
Como teu corpo reage as minhas poesias,
Como te agüentas assim esse seu poeta insano,
Quero é tua paixão de montão, amor sem razão, porque não?
Sem limites daqueles que a gente assiste nos filmes,
Te convido a ser meu amante,
porque eu sou o seu bandido,
seu vulcão,
Em plena erupição
EntAO...
Aceitas meu convite?

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

O BEIJO


Hoje vim correndo para a frente do PC com ima idéia fixa...
Falar, escrever, em fim poetizar ou versar sobre o beijo
O melhor beijo é o beijo desejado,
O beijo que me completa,
O beijo da minha forma adequada,
O beijo com o sabor do desejo
na flor da minha pele,
O beijo da minha vontade,
O beijo que faz o meu pensamento,
O beijo que faz a minha boca e
meu corpo querer um novo beijo
outra vez e mais outra vez.

O melhor beijo é o beijo sem tempo,
O beijo de longa duração ou de
pouca duração,
um beijo de vinte segundos
ou de vinte minutos, isto
não importa.

O tempo não conta,
enquanto se beija o tempo
para, o tempo freia.

E nesta inércia do tempo só sinto a
louca vontade do outro.

Sinto a outra língua que de encontro
com a minha faz um passeio suave e
excitante umedecendo minha alma.
Sinto a língua que viaja dos dentes ao
céu da boca.

Sinto a língua que acarinha os
meus lábios. A língua e a língua...

A língua que me roça, que me percorre,
que me navega e que me lambe...

O melhor beijo é o beijo em que a língua
faz o beijo
Bom é isso... por hoje

TUA CHEGADA

 
Sim, querida, aguardo a tua chegada
como um vento inesperado,
que invadirá a essência dos meus sonhos
e arrastará as nuvens de minhas tristezas
para o céu do meu olhar...


Você trará todos os brilhos,
 para a minha existência,
e descobrirá as minhas espectativas,
os meus sonhos e desejos...

Me fará esquecer a tristeza e o pranto
que como chuva
tanto abafou e diluiu
minhas esperanças, e espectativas
quanto ao amor...

Você chegará
 para que eu não mais sinta
a solidão, o sofrimento e a dor
no quadro da minha vida ...

Você será a surpresa,
que saberá encontrar,
nos meus trapos de esperança,
as portas e as janelas abertas
que, durante tanto tempo,
se mostraram e se encontraram, cerradas...

Você saberá
descerrar as cortinas,
que, até a tua chegada,
me fixeram refém de uma solidão,
cercado por tantos silêncios
e porques ensurdecedores...

Você afastará as sombras
que ocuparam espaços
ao meu redor  e no meu interior...

Você irá vasculhar a escuridão,
que reinou soberana, até sua chegada,
quando descobriste e me amaste,
este mágico e especial amor,
que está dentro de minha alma
e de meu coração...

E eu, com você, ainda, em passos titubeantes
irei sair do deserto em que, hoje, vivo preso e isolado...

Para que quando, lá fora,
o dia e a noite chegarem como de costume,
você possa afastar deles
qualquer vislumbre de ventania e de tormenta...

Você me fará ver
a imensidão de teu amor
e me afastará deste completo breu
e desta escuridão que cercou a minha vida ...

Sim, amada,  sempre soube,
nos rasgos de alguns momentos de lucidez
que você iria surgir em minha vida...

E, sem sobressalto,
 sinto que quando bateres em minha porta
e entrares silenciosa, suave e mansamente,
sem que eu me dê conta,
trarás de volta a minha paz
e a minha felicidade perdidas,
 há tantos anos...

Sim, amada, saiba e sinta que quando a vi,
 ainda em sonho,
eu sabia que você existia e que seria minha...