Permaneço entre aquilo que me excita e aquilo que me da prazer... Desconheço o que me completa

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

En busca de Tutankamón

Perdição da minha vida
me perco em devaneio
mas és meu tesouro perdido
és minha vida interrompida.

Busca eterna
de séculos em séculos
amores de outrora
ilusão da minha Alma.

Quanta noites te esperei
Quantas vida eu vivi
quanto amores eu perdi .

Mas a busca...
por meu tesouro perdido
essa busca é eterna.

Um comentário: